Após encerrar participações no The Voice Kids Brasil, Lívia Corrêa segue rotina com foco na carreira musical

Pequena campista se despediu do programa com empatia e maturidade e mantém contato com a torcida através das redes sociais

“Quero agradecer a Deus em primeiro lugar, a minha família, à produção do programa que é sempre muito atenciosa, às cidades de Campos e Varre-Sai que me dão tanto carinho desde o começo da disputa e a todos que curtem e seguem o meu canto”.

Foi assim que a campista Lívia Corrêa, de apenas 11 anos, concluiu sua participação no The Voice Kids Brasil 2020, durante a etapa “ao vivo” do programa. A pequena cantora foi a primeira representante de Campos a alcançar esta fase do reality musical da Rede Globo, somando três apresentações ao todo.

Livinha conquistou o coração do júri e do público com seu talento e carisma logo na primeira apresentação, ao cantar a música “Photograph”, de Ed Sheeran. Na sequência, foi escolhida novamente para seguir na competição ao interpretar “Brisa”, da cantora Iza. A última canção da cantora mirim na disputa foi “Aonde você Mora”, de autoria de Marisa Monte e eternizada pelo grupo Cidade Negra.

“Eu amei demais. Ela deu uma interpretação nova para a música e ficou incrível. Se ela gravasse agora, eu ia já baixar no aplicativo para ficar ouvindo”, elogiou a técnica Simaria, que divide cadeira com a irmã Simone, após a apresentação.

Mas Lívia não surpreendeu apenas pela voz e pela personalidade que confere às músicas. Ela também chamou a atenção de todos pela empatia e maturidade que demonstrou do início ao final do programa.

“Livinha é uma menina muito preocupada com o outro. Ela tem um senso de compartilhar muito lindo e é maravilhosa”, disse Cláudia Leitte ao descrever sua aluna aplicada.

E é este empenho que Lívia pretende levar adiante. Desde que começou a se preparar para o The Voice, a pequena cumpre uma rotina dedicada à música: faz aulas de canto, fonoaudiologia e inglês e também reserva um tempo para aprimorar seus conhecimentos de ukelelê (instrumento de corda, que parece um pequeno violão) e teclado. Toda esta agenda está mantida, segundo Livinha, e ela afirma que faz tudo por prazer.

“Cantar é algo que nasceu comigo, tanto que não sei dizer quando comecei exatamente. Tenho fotos no colo, ainda bebê, arriscando meus primeiros sons ao microfone. A partir daí, fui me descobrindo na música, me identificando também com os instrumentos. O The Voice foi uma experiência maravilhosa, única e inesquecível. Agora, quero continuar a investir neste universo que tanto me faz bem”, contou a pequena.

Lívia tem mantido contato com o público através das redes sociais, que abastece desde o início da competição. Com o cenário de pandemia, que mudou até mesmo a logística do programa, foi através destes canais que Livinha recebeu o carinho da torcida. Para continuar acompanhando a evolução da cantora mirim, basta acessar @correalivinha e conferir os passos da pequena antes, durante e após as gravações do reality.