OGX Petróleo: Eike Batista tentou apagar o incêndio com gasolina?

 Megaempresário firmou contrato concedendo opção de venda, mas pode ter criado um teto para as ações da sua petrolífera

SÃO PAULO – Ao tentar blindar as ações da OGX Petróleo (OGXP3) na BM&FBovespa contra novas quedas na última quarta-feira (24), Eike Batista pode ter na verdade acentuado a movimentação negativa de sua principal empresa listada na bolsa. O megaempresário firmou contrato concedendo uma “opção de venda” com a própria companhia, no valor de US$ 1 bilhão.

Em outras palavras, caso os conselheiros independentes da petrolífera assim desejem, Eike terá de injetar essa quantia na empresa, fortalecendo o caixa da companhia. No comunicado, um detalhe, que pode ter feito mais mal do que bem: a empresa subscreverá novas ações ao valor de R$ 6,30. Depois da euforia inicial, um temor tomou conta dos investidores, e os papéis OGX voltaram para o campo negativo. “O mercado parece estar reavaliando o comunicado”, afirma João Pedro Brugger, analista da Leme Investimentos.

Olhando para o desempenho da empresa, fica claro que a empolgação original com a notícia desapareceu com o tempo. Na quinta, os papéis chegaram a subir 8,21% antes de perderem fôlego e fecharem com ganhos de 2,59%, para depois caírem mais 5,47% na sexta. “Isso é um movimento do mercado mesmo, os investidores estão insatisfeitos com os resultados da companhia”, salienta Brugger. O papel ganha forças na segunda, mas ainda está abaixo dos R$ 5,00 – patamar considerado como um divisor de águas para muitas das pessoas do mercado.

Eike Batista 2 - grupo EBX - 14/10/08

Sobre o homem mais rico do Brasil é preciso entender um ponto, sobre seu próprio posto: ele desperta muitas emoções nos investidores – que variam de admiração à inveja. É difícil permanecer neutro com qualquer medida tomada por Eike. E muita vezes, a resposta não é a mais racional possível. Se muitos acreditam que o processo de abertura de capital foi exagerado, a queda de OGX Petróleo no ano, superior a 65%, também pode não ter o mínimo fundamento.

Teto?
A questão do teto chama bastante atenção do mercado. Caso a opção de venda seja exercida e o preço do papel esteja superior a R$ 6,30, Eike estaria, na verdade, ganhando dinheiro com a operação. Como em um jogo de cassino, quase nenhum acionista quer que a banca ganhe dinheiro fácil. Assim, a teoria caiu como uma luva para muitos investidores pessoas físicas. Mas como todo movimento irracional, gera controvérsia e possui falhas de argumentação.

“Isso acabou limitando o preço das ações aos R$ 6,30, já que é o preço que ele se compromete a aportar dinheiro”, afirma o analista. Eike estaria sinalizando que, acima de R$ 6,30, a ação da empresa não é mais tão atraente? Ele já havia sinalizado algo parecido quando desistiu de realizar a OPA (Oferta Pública de Aquisição) pela LLX Logística (LLXL3), depois que o Bank of America Merrill Lynch avaliou que o preço-justo das ações era o dobro que o homem mais rico do Brasil gostaria de pagar. A desistência levou o megaempresário a ser chamado de “especulador”.

Embora R$ 6,30 seja um prêmio de 40,31% frente ao fechamento da última semana, este é um valor bastante abaixo dos R$ 23,39, máxima histórica alcançada por OGXP3, em 2010. Para compreender o “possível” teto, basta reler o comunicado. Eike garante aportar o valor apenas se a companhia assim desejar, e não houver nenhuma alternativa viável. Caso o preço esteja acima da quantia escolhida por Eike, a empresa pode fazer uma nova oferta de ações e captar dinheiro por parte do mercado.

Confiança ou desespero?
Se a resposta foi negativa, há de se destacar que a intenção foi positiva. Eike voltou a mostrar confiança na petrolífera – que se é duvidada por boa parte do mercado, nunca foi posta em dúvida pelo controlador, pelo menos não publicamente. Eike mostra-se 100% otimista com a petrolífera, mesmo nos momentos de maior crise da companhia. Mas ao fazer uma operação destas, e ao falar para o mercado que a companhia está sobre “ataque especulativo”, Eike pode sinalizar outro sentimento para o mercado: desespero.

Brugger discorda dessa suposição. “Não vejo como um movimento de desespero”, avalia. “Mas cria um mal estar, já que ele pode mostrar para o mercado que a empresa pode ter um resultado não muito bom nesse trimestre”, afirma. Um movimento desses, por exemplo, pode ser uma tentativa de acalmar o mercado – mas acaba mostrando que lá na frente, o problema é mais grave.

“Ele joga mais para frente, para 2014, um movimento de descontentamento que já dura algum tempo”, afirma o analista, já que a opção de venda só se encerra em março de 2014. Caso a tentativa de acalmar o mercado tenha fracassado, não é um grande problema para o megaempresário, já que em última instância, são os resultados que determinam o preço de uma ação.

Seja como for, se Eike estiver certo, não há motivo para perder um único minuto de sono. Nenhum ataque especulativo consegue  “sobreviver” a resultados positivos. É difícil valorizar a petrolífera, que não é mais uma start-up e começa a ser considerada uma petrolífera plena, com capacidade de produzir. Com vendas a termo para financiar o caixa, a direção da companhia também está otimista. Se a ação vai subir e passar os R$ 6,30, ou continuar a caindo, só os futuros balanços dirão.

Fonte: http://www.infomoney.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.