Especial com Jack Moranguinho do Bonde das Felinas

Especial com Jack Moranguinho do Bonde das Felinas

Artistas e CelebridadesBrasilUltimas Noticias

Written by:

Guilherme: Gostaria de saber como foi que começou a carreira (empresa)

Jack Moranguinho:O grupo começou à 4 anos atrás, quando a fundadora do grupo e hoje, também a vocalista, Jack Moranguinho, subiu no palco para fazer uma pequena participação
em um show de funk. A vontade de conhecer mais sobre o trabalho, foi tanta que criou seu próprio grupo, o Bonde Das Felinas. Se interessou sempre em evoluir e trazer novidades, fazendo seu trabalho ganhar destaque à cada show que realizava. Hoje, Jack Moranguinho ganhou tanto espaço, que ficou ao lado de outros grandes nomes no funk feminino!

 
 
Guilherme: Porque escolheu a sua profissão 
 
Jack Moranguinho: Quando senti a energia do público e a emoção de conseguir contagiar uma multidão de gente, percebi que era aquilo que eu queria fazer na vida. Animar, contagiar um público, para mim é uma missão que sinto honra e prazer em fazer. Independente, pode ser um público pequeno ou com milhares de pessoas, eu me entrego e dou o melhor de mim!
 
Guilherme: Qual sua maior motivação
 
Ver como o Funk vem vencendo batalhas, preconceitos e ganhando cada vez mais destaque e espaço. Sendo tema de novelas, entrando em programas de TV de grande audiência. Eu sou nova na história do funk, não participei dessa batalha que os antigos MC sofreram tanto para conquistar. Mas fico muito feliz em hoje, dar continuidade à essa história, de uma forma boa. O funk não pode acabar!
 
Guilherme: Que diria a quem quer começar hoje 
 
Jack Moranguinho: Diria que é preciso ter Esperança, Personalidade e acima de tudo, Força de Vontade. E que seus esforços um dia serão reconhecidos. Assim como eu ainda estou sonhando, e sei que minha hora vai chegar. Minha estrela vai brilhar!
 
Guilherme: Qual a maior dificuldade 
 
Jack Moranguinho: Acredito que o preconceito e a falta de coragem de admitir que ouve esse ritmo. Muitos, respondem que não gostam do funk e citam vários defeitos. Mas na hora que o funk toca na festa, ninguém fica parado! Então acho que falta CORAGEM em assumir que é sim um ritmo que contagia, e não deixar o preconceito falar mais alto.
 
Guilherme: Qual foi melhor momento de sua carreira (empresa)
 
Jack Moranguinho: Quando percebi, que por mais que a formação tenha mudado diversas vezes, que os rostos das pessoas que trabalhavam comigo, já não eram as mesmas, quando todos apostaram que eu não seria capaz de continuar, eu venci. Venci o medo e as opiniões negativas. Por que eu tenho um sonho e tenho determinação de ir atrás. E hoje meu talento vem sendo reconhecido por outros nomes importantes no funk.
 
 
Guilherme: Maior desafio. Envie algumas fotos do começo para anexar a matéria e atual.
 
Jack Moranguinho: Para mim, todo dia é um desafio. Um desafio de mostrar que posso evoluir, que posso oferecer ainda mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.