Coluna Super Estrelando Entrevista: Talita Germano.

Artistas e CelebridadesBrasilUltimas Noticias

Written by:

Talita Germano, personal trainer, Cref: 047993-G/SP, concede entrevista com exclusividade ao Super Estrelando, ressaltando o boxe, esta modalidade esportiva que muito se destaca no momento. Hoje ela fala sobre “boxe na terceira idade (ou melhor idade)”.

Juan Miguel: Em termos de saúde, os benefícios da atividade física são notórios em qualquer idade. Porém, sabemos que para os idosos é ainda mais visível. Qual a importância (benefícios) da prática de exercício para a terceira idade?

Talita Germano: A partir dos 30 anos de idade o nosso corpo começa a perder massa muscular, óssea, etc. Por conta desta perda, o corpo tende a se tornar mais lento se não for estimulado com alguma atividade que envolva o físico. Toda atividade física gera benefícios importantes para um envelhecimento de qualidade. No caso dos idosos, a atividade física pode, além de favorecer a melhora do condicionamento físico, melhora a coordenação motora, agilidade e tempo de reação, conhecido também como “reflexo”.

Juan Miguel: A terceira idade é carente e esquecida, e o Boxe muito discriminado. Quais são os benefícios e riscos da prática desse esporte para o público da ‘melhor idade’?

Talita Germano: Esse dois pontos são um dos mais importantes a serem abordados durante uma aula de condicionamento do Boxe, a discriminação de ambas as partes. O idoso é colocado muitas vezes como um “ser” incapaz de realizar certos tipos de atividade, onde mesmo entre eles existe aquela frase típica “não tenho mais idade para isso”. O esporte Boxe está quebrando vários paradigmas. Hoje, muitas mulheres estão aderindo a pratica deste esporte considerado masculinizado por conta da sua alta capacidade de condicionar uma pessoa. O principal risco desta atividade é a não adequação dos exercícios para o público idoso. Tudo tem que ser analisado caso a caso. Alguns não irão executar saltos por conta de alguma articulação não saudável, outros não farão movimentos pendulares por possuírem labirintite, e assim vai…

Juan Miguel: A nova geração de idosos supera os próprios limites e realiza atividades antes consideradas apenas para jovens. Como esse público reage às atividades e quais são as maiores conquistas?  

Talita Germano: No primeiro momento a reação para quem começa a praticar o Boxe é de medo e receio, como em qualquer atividade que fazemos pela primeira vez. Depois vai se tornando uma diversão, onde todos interagem, brincam, aplaudem quando um deles se supera e consegue realizar uma atividade com excelência, sendo este um dos momentos mais legais e conquistadores para eles. Outro momento maravilhoso é quando eles conseguem trazer um neto ou filho para fazer aula com eles. Além de todo o entusiasmo que os idosos ficam em mostrar o que conseguem fazer, ainda temos “cara de surpresa” dos parentes que ficam abismados com a energia e a capacidade que eles possuem de fazer as atividades. Pois cá entre nós, o preconceito ainda é muito grande, pois quando se pensa em alguma vovó logo vem a imagem de uma senhorinha que faz bolo e crochê. E não é por ai, hoje eles têm celular, Facebook e não fazem mais somente hidroginástica, exercício mais comum para a idade.  

Juan Miguel: Os exercícios são diferentes? Quais são as séries passadas para os idosos?

Talita Germano: A adequação dos exercícios de acordo com as limitações dos alunos é primordial. Normalmente as atividades possuem um tempo mais curto, uma intensidade menor. Como, por exemplo, pular cordas. É uma atividade intensa e de impacto. Mas se você trocar o salto por um passo, movimento igual ao de uma caminhada, a intensidade e o impacto irão diminuir drasticamente. E pronto, com este exercício você já esta incentivando um idoso a levantar mais o pé na hora de caminhar, condicionando-o a não tropeçar na rua.  

Juan Miguel: Existe um velho tabu de que o Boxe é esporte para homens. Hoje em dia tem crescido o número de mulheres que se interessam pela atividade. Ainda há esse preconceito? E as mulheres da terceira idade? Têm se interessado? Por que?

Talita Germano: O tabu existe e sempre existirá para as pessoas que nunca experimentaram. O que mais impedem uma mulher ou algum idoso de realizar uma atividade como o Boxe, é o contato físico. A maioria das mulheres não querem se machucar e no caso de um idoso , um golpe pode causar acidentes sérios. Por isso, a aula tem que ser adaptada de acordo com os objetivos das pessoas como, por exemplo, a retirada do contato físico. Hoje, as mulheres procuram o boxe por possuir um alto nível de gasto calórico e condicionamento físico. Já os idosos têm certa resistência para iniciar, muitas vezes devido à baixa estima. Mas a maioria vem através de um convite de alguns alunos que participam destas aulas. Ai o interesse aparece, pois se sentem mais joviais, ágeis, alegres e com alto estima maior e melhor. 

Juan Miguel: Deixe um recado para o público da terceira idade que tem medo de se aventurar e praticar o Boxe:

Talita Germano: Meninas e rapazes da Melhor Idade, o Boxe é uma atividade alegre e desafiadora que pode ser adequada para melhorar ainda mais a disposição de vocês e ajudar a enfrentar os desafios do cotidiano com mais facilidade. Participem de uma aula sempre orientada por um profissional habilitado em Educação Física e superem-se mais uma vez!

 Boxe_3id

 

Meus agradecimentos especiais à assessora de imprensa Mayla Tauny, pelo apoio nesta pauta. Entre em contato com Talita Germano, personal trainer (CREF: 047993-G/ SP), pelo e-mail talitapersonal@gmail.com ou ainda pelo facebook https://www.facebook.com/talitagermanopersonal.

 

Participe você também do Super Estrelando, mande suas críticas, elogios e sugestões de pautas para a pautasuperestrelando@globomail.com e aguarde o contato de nossa produção.

Nosso encontro é aqui no Super Estrelando com mais uma Estrela para você!

Juan Miguel

EXPEDIENTE:

Colunista: Juan Miguel

Editor Chefe: Shando Uriel

Jornalista Responsável: Filipe Dias

Assistente de Jornalismo: Helena Campbell

Produção: Redelenco

Contato: Mayla Tauany

One Reply to “Coluna Super Estrelando Entrevista: Talita Germano.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.